Ser mulher

Mais que um outubro rosa, uma vida rosa

Oi meninas,

Campanhas como essas que vemos em Outubro, conduzidas por organizações públicas e privadas, são lindas e necessárias. Elas incentivam, mulheres a buscarem a prevenção já que, quando detectado de forma precoce, o câncer de mama tem 98% de chances de cura. Mas todo esse movimento em favor do “Outubro Rosa” tem uma razão de existir que discutimos pouco porque não gostamos de falar de dor. Sabe qual é a importância de você se prevenir?? Salvar a sua vida!! Garantir que você não tenha que enfrentar a dor e sofrimento que muitas mulheres enfrentam ou já enfrentaram, e mais ainda, garantir que, se você tiver que enfrentar essa doença, você vença!!!

A primeira via de dificuldade de escrever esse texto é essa áurea amedrontadora que a doença traz que faz com que a tratemos com uma sobrecarga psicológica significativa.  Além disso, fico me questionando sobre a eficiência de escrever sobre isso nesse período em que todos falam disso… mas e nos outros 11 meses do ano, não devemos nos cuidar?

Havia duas vertentes para escolher, falar sobre a superação e força, ou falar sobre o caráter destruidor da doença. Não consegui escolher qual era a reflexão mais importante, então, quero falar sobre as duas.

Como muitas já sabem, esse blog trata de um conteúdo que envolve o universo feminino, embasado nas minhas vivências. Ressalto isso porque faz alguns anos, eu perdi uma grande amiga que lutava contra o câncer. Escrevi um post quando a batalha da Tati acabou mas, como eu escrevi naquele texto, a Tati me ensinou com louvor a forma correta de lidar com essa doença, como fé, força e a confiança em Deus.  Essa lição é a que gostaria de repassar hoje, se a doença vier Deus é Deus para curar! Somos mulheres! Somos sensíveis sim mas somos fortes, somos guerreiras, e qualquer que seja a situação, somos sim capazes de vencer!

Embora estejamos em um mês em que o movimento ganha muita força, o “Outubro Rosa” não é só um mês para você colocar fitinhas na sua roupa, é um mês de reflexão e de movimentos em favor de muitas mulheres que estão em uma luta diária contra essa doença. Uma reflexão sobre famílias que hoje apoiam com um carinho especial, lutadoras que não desistem da vida!

Mesmo que você nunca tenha enfrentado uma doença como um câncer na sua vida ou na de alguém da sua família, vai concordar comigo que todas as histórias que ouvimos de superação, ou infelizmente de perda, são absolutamente comoventes. Poucas coisas na vida são mais arrasadoras do que um diagnóstico de câncer, mas, não são poucas as histórias de mulheres que recomeçaram, que sobreviveram e que neste Outubro Rosa, incentivam cada uma de nós a um movimento pela vida!

Para muitas, esse outubro está marcado por uma dor , física e psíquica, mas, se tem uma coisa que eu já aprendi é que o resultado de qualquer coisa na nossa vida é influenciado pela forma como lidamos com isso. Não é só o destino que importa, mas o caminho que você trilha até ele. Por isso, eu posso sim dizer às mulheres que hoje, estão nessa batalha, ela não é uma causa perdida!!!

Se você está enfrentando essa doença então erga a cabeça. Eu sei que existe muita dor e desanimo, mas eles não podem ser maiores que sua vontade de viver e vencer. Não se entregue ao diagnóstico, apenas viva e lute!! Não permita que a tristeza natural de lugar a um verdadeiro sabotador do tratamento: a depressão.

Sem dúvida a principal reflexão aqui é que é possível vencer o câncer, é possível vencer o medo, é possível vencer a dor! Não desista e não desanime, pois sua história não precisa acabar assim!!

Contudo, há outra reflexão a ser feita hoje, a de que não podemos deixar com que casos vitoriosos nos desviem da necessidade de nos cuidarmos. O câncer de mama é a maior causa de morte por câncer nas mulheres em todo o mundo, com cerca de 520 mil mortes estimadas por ano (dados do Instituto Nacional de Câncer que estima o fechamento do ano de 2016 com aproximadamente 57.960 no Brasil).  Se você, graças a Deus, não vive ou viveu isso, saiba que não é uma realidade restrita a um público específico, mesmo durante a juventude, mesmo sem casos na família, mesmo com a saúde exemplar, é preciso estar em dia com exames capazes de indicar a detecção precoce.

Não deixe de participar desses movimentos, não deixe de fazer o autoexame, de procurar um médico e de fazer as mamografias (no mínimo anuais a partir dos 40 anos) não deixe de se cuidar, pois isso garantirá que você não tenha que sofrer o que muitas mulheres já sofreram. Fique atenta ao vídeo abaixo com dicas de cuidado que você pode observar.

Para as muitas guerreiras que vivem essa realidade, saibam que existe uma corrente feita por amigos e familiares, uma única voz que clama a Deus para que a história de vocês seja mais que vitoriosa! Tenha fé, sejam fortes e corajosas como uma super mulher deve ser!!!

E lembrem-se, é uma jornada!!! E nós podemos viver mais que um Outubro Rosa, queremos uma vida Rosa!!

Se você curtiu esse texto, não deixe de compartilhar e de nos seguir! 🙂

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s