Beleza · Ser mulher

Hora de mudar, mulher!

Hoje é dia de mudar! Mas afinal, todo dia é dia de mudança, não é mesmo?

images (1)

O significado de mudança é “o ato ou efeito de mudar, de dispor de outro modo”. Certo, então por onde devemos iniciar?

Vamos começar nas coisas pequenas e então vamos progressivamente aumentando o nível de dificuldade exigido para o “NOVO”. A gente pode começar com uma mudança de visual (o que ajuda qualquer autoestima a ficar elevada), que tal um corte de cabelo? Ou mudança na cor? Vamos dar uma radicalizada ou só um reparo singelo?? Podemos começar pela mudança de vestuário… que tal definir um novo estilo de guarda roupa?? Vamos inovar em alguma peça?? Podemos começar mudando de trabalho… você está satisfeita? Que tal redefinir os rumos da sua carreira?? Já pensou em um negócio próprio?? No que você é boa??

Ok, as vezes isso não é tão fácil! Por exemplo, eu tenho uma irmã (que por acaso é a dona desse blog rs) que parece um camaleão. A mulher nem deixa a gente se acostumar com o novo corte de cabelo que ela logo aparece com uma cor nova. Um dia ela é loira e cacheada, na outra semana aparece ruiva e lisa, passa o mês e ela já está morena e de franja. Cara, eu juro que eu gostaria de ter a mesma coragem e disposição que ela em mudar. Eu estou analisando uma mudança na cor do cabelo já tem mais de um ano, rs. Um corte de cabelo então? Na semana que marco a ida ao salão eu desisto no dia anterior “Ah, mas meu cabelo esta tão bonito grande desse jeito”, ai no dia seguinte eu enjoo “puxa, bem que podia dar uma mudada”, e lá vamos nós ao mesmo corte, cor e aspecto do cabelo há 3 anos.

Certo, então já percebemos que mudar não é tão simples assim para algumas pessoas, mas eu estou falando de mudar não só externamente e sim mudar sua forma de pensar e de se posicionar perante as pessoas.

Eu vivi 28 anos da minha vida para enfim perceber que minha individualidade é a coisa mais importante que eu tenho. Todas as minhas diferenças e imperfeições são o que me definem como pessoa e apesar de por muito tempo tentar me encaixar em outros (familiares, de amizade, relacionamento ou do mercado de trabalho), meus padrões e valores precisam ser personalizados.

Nós estamos cercados de padrões estéticos, educacionais, financeiros.  Padrões que nos fazem “ser aceitos” na sociedade e que exigem de nós uma igualdade. Mas eles não são imutáveis… assim como a aceitação, a mudança é necessária para garantir que você seja feliz, sendo quem você é!

Viver em sociedade nem de longe é fácil, e nem pode ser evitado. Então a mudança precisa começar por você. Claro que pode ser uma mudança de visual para dar um up na aparência, mas, também pode ser aquela forma de se colocar no lugar que você nasceu para estar. A mudança mais pessoal e intrínseca que você pode adotar, é aceitar a si próprio e mudar aquilo que acha ser possível e agradável pra você! Sem “Síndrome de Gabriela” (eu nasci assim, eu cresci assim, vou morrer assim), você precisa se aceitar sim, mas também precisa mudar.

Eu estou mudando, e claro que não vai ser da noite para o dia, não vai ser como um passe de mágica, eu não vou acordar do nada como um “ser evoluído” rs. Não é assim. É gradativo e paulatino. Então, eu ainda não tive coragem de mudar o visual, mas quem sabe chegue o momento que eu apareça loira e de corte Chanel? (Misericórdia, rs, imagina só ). Quer saber por onde eu comecei a mudar?

Foi depois de ter ouvido diversos amigos e familiares falarem para mim que eu era muito mais do que eu supunha ou me impedia de ser e que esse meu medo e comodismo precisava cessar imediatamente. Calma, não estou falando que sou uma coisa de outro mundo. Estou dizendo que meu potencial é bem maior do que essa minha cabeça complicada deixa eu ser. E se isso acontece comigo, eu percebi que pode acontecer com qualquer pessoa.

Ainda estou em processo de mudança. Comecei a identificar meus medos e receios e estou erguendo minhas mangas e trabalhando para ser diferente. Chegou minha hora de mudar, e, acredite em mim, eu tenho uma lista centenária para mudar. Então de pouquinho em pouquinho eu estou trabalhando as mudanças em minha vida. Trabalho, visual, temperamento, posicionamentos, etc. Minha lista está grande, mas pacientemente estou em luta. Não é assim do nada que vou transformar 28 anos da minha vida cheia de ideais e convicções, mas decidir mudar já está gerando mudanças na minha vida.

E você, como está o processo de mudança em sua vida? Conta pra gente qual foi a mudança mais custosa para você, ou aquela que você imaginava impossível mas foi concretizada tão facilmente que você realmente questionou porque demorou tanto para começar !

By Aline de Souza

 

Um texto lindo e motivacional da minha maninha… a psicologa Aline de Souza… aproveita e leia também: Nada muda se você não mudar!

download

Se você curtiu esse texto, não deixe de compartilhar e de nos seguir! 🙂 

http://sobresersupermulher.com

 

Anúncios

2 comentários em “Hora de mudar, mulher!

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s