Ser mulher

O que é um sistema de crenças?

Quarta-feira é dia de repostagem do blog antigo… a de hoje veio lá de Setembro de 2015 e é super interessante… uma visão prática sobre o “Sistema de crenças”.

 

crenças limitantes 2

“Se você pensa que pode ou se pensa que não pode, de qualquer forma você está certo”. Henry Ford.

Você já ouviu falar do “sistema de crenças”? Bem… hoje vamos refletir um pouquinho sobre isso.

Pra começar, vamos alinhar o entendimento: segundo a Wikipédia “Um sistema de crenças reúne crenças valores compartilhados por uma determinada cultura, que definem sistematicamente um modo de perceber o mundo social, cultural, físico e psicológico. Nossa compreensão dos valores de uma cultura e nossa aceitação ou rejeição destes valores são frequentemente baseados em nosso próprio sistema de crenças cultural”

 (hemmm????).

Traduzindo…  esse sistema nada mais é do que o repertório mental das pessoas… é o conjunto de tudo em que você acredita, e mais que isso, aquilo que você se convenceu (ou te convenceram) de que é certo, errado, possível, impossível, é você, etc.

download

Essas crenças são fomentadas na nossa cabeça desde a nossa infância, quando nossa mãe dizia o que tínhamos que fazer, nosso professor dizia o que não podíamos fazer, nossos colegas nos dizíamos no que não éramos bons… e na adolescência, na juventude, na vida adulta (aliás, se pensarmos direito, vamos perceber que nunca acaba, há limites contínuos na nossa mente nos convencendo de que nossos comportamentos são engessados em nossa personalidade).

Agora, o que eu quero te levar a pensar, é sobre como esse “modelo mental” pode estar te impedindo de agir. Claro, não é a ótica especialista que você vai achar em muitas metodologias, livros e opiniões de profissionais da psicologia (até porque eu concordo que PSICOLOGIA É COM PSICÓLOGO), é apenas a opinião de alguém que de certa forma, luta com isso diariamente.

Conheço o caso de uma pessoa incrível, que é um exemplo para mim, porém viveu momento de caos nas suas realizações pessoais pois no início da sua vida adulta alguém da família disse a ele que “nada do que ele fazia dava certo”. Pronto… pareceu só uma frase ao vento mas, deixou marcas profundas por muito tempo. Parece uma besteira mas, frases como essa ajudam a formar nossos modelos mentais ao longo da vida. Será que, em algum momento você ouviu algo que fixou-se às suas crenças e ainda influencia sua vida?

Outro dia ouvi uma mãe dizer que o filho dela era “meio burrinho” (e não venha com julgamentos vãos dizendo que esse é um modelo avesso de mãe, não é! Esse é um modelo de mãe que ouviu algo que marcou sua vida e sem perceber, está fazendo o mesmo com seu filho”). Agora me diga… se esse menino crescer ouvindo isso, será que ele vai conseguir crescer profissionalmente? Ou vai crescer achando que ele é “meio burrinho”?? A criação dos pais insere crenças e valores aos filhos (e para você mamãe, eu pergunto: que tipo de crenças e valores você vem inserindo em seus filhos?).

Eu tenho algumas crenças limitantes com as quais luto sempre… não sou boa com matemática, não tenho coordenação motora, não tenho paciência com gente lenta (ou melhor…tenho pouca paciência com um montão de coisas rsrsrs)… eu reconheço cada uma delas e diariamente tenho que combater meu próprio cérebro que quer me parar diante de um desafio que exija algo desse tipo.

Essas seriam as “crenças limitantes”, que são resultados de interpretações negativas das experiências que vivemos. Então eu te pergunto, se você fizer uma retrospectiva da sua vida, será que não vai achar o motivo de hoje você achar que “NÃO CONSEGUE”? O discernimento sobre o que devemos aceitar como “verdade” definirá o limite que podemos alcançar em todas as áreas da nossa vida.

Sim… é verdade, por conta dessas coisas que passamos a acreditar, acabamos limitando nosso cérebro e parece que não podemos ir além, dai então, começa a auto sabotagem, o vitimismo, o conformismo e a desilusão.

A pessoa escuta durante toda a sua vida coisas sobre ela e essa “repetição” a faz acreditar, mas… fique sabendo… UMA MENTIRA CONTADA 100 VEZES NÃO VIRA UMA VERDADE!

Tenho certeza de que você também está no rol das pessoas que, em algum momento, parou diante de uma certeza de algo que te impedia de prosseguir. Inevitavelmente acabamos nos deparando com esses pensamentos ao longo da nossa vida, e talvez, você ache que não pode perder peso porque “sempre foi gordinha”, que você não pode ser uma médica porque “não é inteligente o bastante”, que não pode ser empresária “porque você não tem talento pra isso”, não pode pintar a própria sala “porque não tem coordenação motora”, que não vai passar em um vestibular concorrido “porque não teve a mesma qualidade de ensino que outros”, que  não pode ser mãe e profissional porque “nessa vida não se pode ter tudo”… perceba que, se você tem uma dessas crenças no seu sistema mental você, inconscientemente, criará problemas para confirmar essas crenças, você vai acabar se sabotando.

Fato: Você não pode mudar se não mudar o que está dentro de você. Então, será preciso você encontrar o que está te limitando. Conclusão: Tem cura!! (rs), isso é claro, se você desejar algo diferente. Se você desejar sair da caixinha. Para isso, eu mesmo vou arriscar te deixar alguns conselhos (Ps. Como já falei aqui antes, esse blog é para dividirmos reflexões do universo feminino… os  leitores profissionais da área  me desculpem se eu disser alguma besteira, trata-se apenas da minha reflexão sobre o tema).

1)    É preciso identificar as crenças que precisam ser corrigidas na sua mente. Faça uma reflexão sobre tudo aquilo que você pensa sobre você e suas possibilidades.

2)    Dessas “verdades”, quais você gostaria de mudar?

3)    Não aceite a ideia de que algo é muito difícil ou até impossível para você (você é uma mulher, limitação não é sua palavra preferida! Rs).

4)    Elabore um plano de realinhamento da sua trajetória. Apenas uma listinha de coisas a fazer para alcançar esses objetivos traçados.

5)    Certifique-se de que seus planos são de fato os melhores para seu futuro… não é porque você descobriu como sair da sua zona de conforto que vai sair arriscando medidas sem refletir sobre suas consequências.

6)    Não pense nas dificuldades. Pense nos objetivos!

7) Aos seus pensamentos limitantes diga bem alto: DANE-SE… eu consigo!

O MAIS IMPORTANTE AQUI É NUNCA SE LIMITAR, EM RAZÃO DAS LIMITAÇÕES QUE ACREDITA TER!!

Se Deus está com você tudo vai dar certo!

Afinal… NÓS SOMOS SIM SUPER MULHERES!

Se você curtiu esse texto, não deixe de compartilhar e de nos seguir! 🙂 

Anúncios

4 comentários em “O que é um sistema de crenças?

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s