Casamento

Como vencer a “chatice” do casamento

Casamento… eita esse sim é um tema complexo de se discutir… imagine então de viver (rs). Conheci uma moça hoje que me contava que está vivendo um casamento “chato”. Fiquei pensando sobre isso, afinal, o que é um “casamento chato”?casacapa

Um casamento chato é aquele onde não há mais alegria, não há diálogo, não há momentos conjugais, não há mais empatia, não há confiança, acabou o interesse, e em alguns casos acabou a paixão.

Eu acredito que o casamento é um presente de Deus para nossa vida. “É melhor serem dois do que um, porque se um cair, o outro o levantará”. Mas não é porque é da vontade de Deus que ele vai ser mil maravilhas… Viver um “casamento chato” significa que sua relação entrou em um loop de falta de alegria que precisa de uma vitamina extra.

Eu não sou profissional na terapia familiar, mas tenho uma singela opinião sobre esse caso:

  • Diálogo não é você falar e o outro ouvir! Diálogo predispõe uma conversa onde ambos falam e ambos escutam. Pode ser que vocês não concordem, mas sempre respeitam a opinião um do outro.
  • Há um limite em que a sinceridade vira falta de educação e maldade. Não é porque ele é seu marido (ou sua esposa) que você tem a “liberdade” de falar o que quer (quer dizer, livre você até é, mas o preço disso pode ser magoar seu marido (ou sua mulher).
  • Essa eu já falei antes: Não precisa falar tudo o que pensa! Pense em como o outro vai receber sua opinião e se ela não foi solicitada cuidado em como vai dar.
  • Saiba o que é rotina para o outro e não pra você. Pode até ser que seu conjugue conheça seu jeito caseiro ou rueiro desde o namoro, mas isso não significa que ele(a) precisa abrir mão dos sonhos e desejos dele(a). As vezes você vai ter que abrir mão do seu jeito e fazer algo para agradar o outro.
  • Sem criatividade seu casamento vai entrar na mesmice e a mesmice é UM SACO!
  • Seu orçamento não é desculpa para você transformar seu casamento em um relacionamento sem graça e emoção. Existem muitas opções que podem fazer uma gracinha para seu conjugue sem prejudicar os projetos financeiros da família.
  • Não existe seu dinheiro e meu dinheiro. Em um casamento só existe “um dinheiro” e é o da família. Não importa quem ganha mais ou trabalha mais. O que importa é como a família vai alcançar seus objetivos.
  • Uma família precisa ter objetivos comuns. Não existe casamento onde um quer comprar uma casa nova ou reformar a cozinha e o outro quer trocar de carro ou comprar um barco. O casamento só da certo quando os planos são do casal.
  • A mudança ao longa da vida é inevitável. Para de cobrar quem o outro era no namoro ou noivado… naquela época vocês não tinham nem 1/3 das preocupações que tem hoje e que transformam a gente.
  • Se você não tem tempo para seu conjugue então seu casamento não vai prosperar. Trabalhar desesperadamente para deixar bens e uma vida confortável para sua família não significa dar o melhor por ela.
  • As vezes você vai precisar fazer uma coisa que não gosta de fazer só para agradar seu conjugue. Se você não é capaz de abrir mão de sua vontade pelo outro, o outro também não tem obrigação nenhuma de te agradar.
  • Pare de reclamar um pouquinho… comece a ajudar. Quem reclama o tempo todo não ajuda em nada mas atrapalha um bocado (aproveita e leia “Deixe de ser um depreciador. Seja um ajudador!).
  • Pare de cobrar e subjugar o outro. Empatia é fundamental em qualquer relação, o que significa se colocar no lugar do outro, tratar o outro como ele gostaria de ser tratado!

Se alguém tem uma receita para um casamento de novela eu também quero rsr as pessoas não são perfeitas e por isso todo casamento vai viver os desafios das diferenças. Mas na minha opinião, casamento feliz é aquele onde as diferenças fazem de vocês pessoas melhores a cada dia. É isso que ajuda a vencer as diferenças e a chatice.

Mas essa é só a minha opinião… ninguém é obrigado a concordar… conte aí nos comentários se você tem outra opinião…

Aproveita o interesse no assunto e leia também:Porque eu não acredito na incompatibilidade do casal

Se você curtiu esse texto, não deixe de compartilhar e de nos seguir! 🙂 

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s