Ser mulher

“Se te oferecem um assento num foguete, não pergunte qual é o assento”.

Dia de quarta é dia de repostar posts do blog anterior para ninguém perder nadinha…

COMO-P1

Se eu tivesse que fazer uma lista das características que definem uma SUPERMULHER, sem dúvida nenhuma, CORAGEM, estaria entre as 05 primeiras posições!

Então, se você é uma supermulher sabe bem do que eu estou falando. Coragem é reconhecer as limitações mas encontrar forças para enfrentá-las, entender os riscos, mas mesmo assim ir em frente com confiança no melhor.  Coragem é iniciativa, coragem é mudança. E não se pode entrar em um foguete sem coragem de chegar ao espaço.

Esse semana eu estava lendo o discurso de Sheryl Sandberg, COO do Facebook, na formatura da casse de 2012 de Harvard e fiquei por um tempo olhando para o ar enquanto pensava em uma das frases de efeito que ela utilizou:

“Se te oferecem um assento em um foguete, não pergunte qual é o assento. Apenas entre no foguete!”

Estamos falando da 16ª mulher mais poderosa do mundo dos negócios pela revista Forbes, diretora de operações do Facebook (nome bonito para o verdadeiro cargo dela: “babá de Mark Zuckerberg”), mas, não é sobre as conquistas profissionais dela que quero falar, nem quero te inspirar a buscar ser executiva ou algo assim… quero falar sobre CORAGEM! Eu ressaltei a dona da frase, porque no contexto dela essa analogia faz todo sentido. Quando saiu da universidade, ela conta que fez uma planilha com as opções de trabalho que tinha, uma das ofertas era de uma empresa que à época não tinha um prognóstico dos melhores, mas ela arriscou… foi motivada pelo recrutador que disse a ela: “não seja idiota, isso é um foguete”. Essa empresa hoje é o Google, e ela hoje, é reconhecida pelo trabalho que fez, mas principalmente, pela coragem que teve.

Infelizmente nós mulheres temos pesos bem mais robustos para colocar na balança que os homens, não existem e provavelmente não existirão muitas Sheryl Sandberg. Mas existem muitas Renatas, Marias, Antonias, Danis, Janas, Paulas, Lias, Patricias, Flavias… Mulheres que precisam de força, de fé, de atitude, de CORAGEM para seguir em frente com suas escolhas em busca de felicidade!

Se você trabalha fora se sente culpada por ficar longe dos filhos, se se dedica exclusivamente a criação de seus filhos se sente culpada por não ter uma carreira, se quer ter os dois se sente culpada por sentir que não pode dar 100% as duas coisas, se consegue dar conta se sente culpada pelo julgamento que as pessoas fazem do que você é… será que a palavra Culpa nos define mais que a palavra Coragem?

Não estou defendendo aqui que você faça escolhas especificas que te levem a ser chefe de estado, líder, ou coisa assim, não estou defendendo o empoderamento das mulheres… estou defendendo a CORAGEM!

Saia do marasmo que te faz deixar as decisões para amanha, saia do excesso de planejamento que te leva a pensar no mais seguro, saia da zona de conforto onde você se sente estabilizada! Va para onde seus sonhos passeiam, vá para onde os riscos se tornem realizações, vá para o espaço. Pare de analisar em qual poltrona você se sentará, simplesmente embarque!

Como uma boa conforme eu sou a maior defensora do planejamento, sou a primeira a propor estudos e adoro palavras que terminem em “grama” (fluxogramas, histogramas, sociogramas, etc…). Mas toda essa metodologia de vida não pode virar um limitante pra você. Você deve sim pensar antes de decidir, fazer listas de prós e contras, estudar os cenários, ter cuidado com as decisões emocionais pois sem a razão essas decisões não serão acertadas. Mas… cuidado, equilíbrio é diferente de medo!  Não espere chegar o fim da sua vida para constatar que você não honrou nem a metade dos seus sonhos.

Deixe as desculpas de lado, escolha ser feliz, escolha ser mãe, escolha ser profissional, escolha ser dona de casa, escolha ser motorista, astronauta, psicóloga, professora, médica, escolha o que você quiser escolher, mas tenha coragem e fazer escolhas. Tenha a coragem de assumir seu lugar no foguete, de mudar se for preciso mudar, de voltar se for preciso voltar, de abrir mão se for preciso abrir e de se agarrar a oportunidade se for necessário.

Todas sabemos que há muito o que pesar na balança, nada é tão simples, claro que envolve sacrifícios as vezes, claro que envolve necessidade de força, mas Deus Te dá tudo o que você precisa, o que falta agora é iniciativa… vamos lá… como diria a Elsa: Let’s go!

Tenha coragem e seja uma supermulher!

Se você curtiu esse texto, não deixe de compartilhar e de nos seguir! 🙂 

http://sobresersupermulher.com

Anúncios

3 comentários em ““Se te oferecem um assento num foguete, não pergunte qual é o assento”.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s