Ser mulher

Suicídio. Essa é a resposta?

Estávamos conversando sobre paz ontem na Escola Dominical e hoje, lendo as notícias, me deparo com mais uma manchete… um policial militar de 28 anos transmite seu suicídio ao vivo por uma rede social

 

Matérias assim são mais que comuns hoje em dia, cada vez mais as pessoas buscam fugir de seus problemas e escolhem uma solução que para eles será definitiva. E não sobra muito para refletir sobre isso, trata-se de uma tristeza, uma tragédia para a vida que se perde e para toda a sua família, seus amigos, e até para outras pessoas que sofrendo das mesmas dificuldades se inspiram em atos de violência contra a própria vida.

E este assunto é um pequeno tabu ainda nos dais de hoje, pessoas como eu e você falam cada vez menos a respeito já que parece ser uma assunto apenas para especialistas debaterem. Mas não é, todos nós temos responsabilidade de abrir os olhos para a situação.O suicídio é o resultado de uma total falta de esperança, de um sentimento de incapacidade e tristeza que poderiam ser evitados ou corrigidos.

Um estudo da Psiquiatra Alexandrina Meleiro (coordenadora da Comissão de Combate ao Suicídio da Associação Brasileira de Psiquiatria) diz que “de cada dez suicídios, nove poderiam ter sido evitados com diagnóstico e tratamento corretos dos transtornos. A maioria das pessoas, cerca de 70% delas, dá algum tipo de sinal [de que pensa em tirar a própria vida], mas muitas vezes os sinais são banalizados. Frases como: a vida não vale mais a pena; melhor morrer; queria desaparecer, não deveria ter nascido… são sinais de alerta. Esse alerta é um pedido de ajuda comum, pois todo suicida tem uma ambivalência: ele quer morrer porque quer fugir dos problemas, mas também quer ajuda”.

Não podemos mais viver nossas vidinhas julgando pessoas que enfrentam transtornos psicológicos como a depressão, a esquizofrenia, os traumas diversos, enfim… não podemos mais considera-los pessoas desocupadas que precisam ocupar a mente e pedindo que Deus tenha misericórdia de suas almas perdidas (e digo isso porque já ouvi frases desse tipo)… é mais profundo que isso, são pessoas que enfrentam uma falta de paz e que precisam de ajuda para encontrar a força necessária. Não subestime a tristeza, não despreze os sintomas que podem estar evidentes e levar a uma tragédia como essa. O suicídio não é a resposta!

Eu não sou especialista nesses assuntos, mas quero dizer pra você que se sente persistentemente triste, deprimido e desvalorizado que você pode estar precisando de ajuda. Não deixe que a baixa auto estima te levem a pensar em um fim, não se afaste da sua família e não hesite em pedir ajuda. Se suas forças acabaram Deus pode renová-las!

A vida é sim feita de aflições, mas Deus é capaz de te dar ânimo! Talvez você se sinta sozinha, esteja cansada de tantas atribuições e tantos papéis. Talvez seu marido tenha te abandonado ou te trocado e você esteja se sentindo desprezada. Pode ser que você esteja desempregada e as dívidas tenham se tornado uma verdadeira ‘bola de neve’. Talvez você ache que não tem nenhum amigo, ou que ninguém te entende. Pode ser que seus sonhos tenham sido roubados e você ache que não há mais uma saída. Mas tem uma resposta para você:

“Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração; e encontrareis descanso para as vossas almas. Porque o meu jugo é suave e o meu fardo é leve” Mateus 11:28-30.

“Deixo-lhes a paz; a minha paz lhes dou. Não a dou como o mundo a dá. Não se perturbem os seus corações, nem tenham medo” (João 14:27).

“Eis que Deus é o meu ajudador, o Senhor está com aqueles que sustêm a minha alma.” Salmos 54:4.

“Não se vendem cinco pardais por duas moedinhas? Contudo, nenhum deles é esquecido por Deus. Até os cabelos da cabeça de vocês estão todos contados. Não tenham medo; vocês valem mais do que muitos pardais!” Lucas 12:6,7.

“Porque eu bem sei os pensamentos que tenho a vosso respeito, diz o Senhor; pensamentos de paz, e não de mal, para vos dar o fim que esperais.” Jeremias 29:11.

“Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.” João 3:16

E se você tem alguém na sua família que demonstra sinais de alerta seja a “bóia” que essa pessoa precisa para manter-se vivo. Não subestime e não permita que a pessoa tenha espaço para viver essa angústia sozinha. Busque apoio de um profissional e esteja pronto a ajudar.

Se você curtiu esse texto, não deixe de compartilhar e de nos seguir! 🙂 

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s