carreira

Porque buscar valorização e reconhecimento?

Vamos dar a real nessa história de encher o pulmão pra gritar que não precisamos ser reconhecidos por ninguém.  Ser reconhecido e valorizado é uma necessidade humana! E mais que isso, é importante e justo!

como-se-valorizar-300x300

Não, eu não estou defendendo o desejo pela fama, pela valorização, a fome de sucesso e a busca incessante pelo estrelato. Isso é errado sim, mas afirmar que não precisa ser reconhecido por ninguém e ficar mendigando valorização da sua família, de seu chefe, de seus amigos, isso é hipocrisia e farisaísmo.

Todas precisamos ser valorizadas! O tipo de valorização que te fará feliz é que vai mudar. Isso vai depender principalmente de seus valores, de sua base familiar, da maneira como você leva a vida, dos seus relacionamentos, enfim… Isso tudo defini o que realmente é importante pra você, o grau de importância que as coisas têm na sua vida. Se o dinheiro ocupar o primeiro lugar na sua vida, você vai ter dificuldade de viver feliz sem o reconhecimento financeiro para tudo o que você faz, se a família estiver em primeiro lugar na sua vida o que mais vai importar pra você é como sua família te vê, o que ela pensa sobre você, como ela reconhece seu esforço. Se sua carreira é hoje sua prioridade, você vai precisar de elogios, de declarações públicas de bom trabalho e de um bom mitiê. Se ligar para a imagem a fama será um objetivo importante na sua vida. Então, resumindo, todos têm sim alguns “motivadores”.

Em todos os âmbitos da nossa vida isso é importante, muitas literaturas comprovam que um funcionário que gosta da organização na qual trabalha e se sente reconhecido tem um desempenho muito melhor, veste a camisa e faz muito mais com menos! Uma esposa que se sente valorizada cuida melhor da sua casa, filhos que se sentem reconhecidos tem melhores comportamentos e são mais parceiros de seus pais…enfim, é importante saber que sua contribuição resulta em bons resultados. Isso é sim importante e desprezar essa verdade só traz decepções e desmotivação.

Às vezes permitimos que nossas vidas sejam vividas sem valorização quando estas seriam mais que justas. Permitir que seu marido não te respeite ou te trate como se a você não devesse nenhum carinho ou conjugalidade é uma forma de dizer a ele que não precisa te valorizar. Permitir que seus filhos façam de você uma escrava das necessidades que eles têm é similar a confirmar que você não tem vida, mas vive a vida deles. Trabalhar incessantemente em algo sem nunca receber um reconhecimento de seus resultados é como minar sua motivação pela essência do que você faz!

Na minha vida cristã, eu tenho tentado viver mais de Deus e menos de mim, eu quero ser reconhecida por Deus, claro que sou humana e isso é uma luta diária, mas, eu não vivo a ilusão de achar que eu me basto em mim mesma, não, eu não penso isso, eu gosto de ser valorizada. Gosto de ouvir um elogio, amo quando meu marido me diz que meus bolos estão gostosos (mesmo quando eles não ficaram lá muito maravilhosos), gosto de ouvir que estou bonita, amo quando um amigo me liga e diz que queria ouvir minha opinião sobre algo, fico emocionada quando minha filha espera eu dizer o que eu acho sobre alguma coisa antes de fazer, gosto quando um trabalho que eu fiz é elogiado, eu fico muito feliz com tudo isso. Mas não é porque eu me ame mais do que deveria, pelo contrário, é porque eu me amo o tanto que preciso amar!

Às vezes, quando damos tudo, nada é valorizado e isso nos cansa. É preciso ter muito cuidado com a síndrome de casas Bahia- “Dedicação Total a Você” (leia também: https://sobresersupermulher.wordpress.com/2017/05/05/voce-sofre-a-sindrome-de-casas-bahia/  ) pois pode acontecer de darmos tudo o que temos, mas ainda assim não ser o suficiente e podemos até parecer egoístas quando queremos retomar as rédeas da situação, como se já não coubesse à chance de se amar e se valorizar. Ter amor próprio é se admirar, se valorizar, se cuidar, ser importante para si mesmo. Quando você reconhece isso, vai perceber que merece receber isso sim. Não é egoísmo ou estrelado, é apenas o reconhecimento de que você é especial, e como tal, merece ser tratada! Você só será valorizada quando se valorizar!!!!

Sabe uma coisa que me irrita muito, o discurso daqueles que acham que podem tomar decisões por mim, isso é uma forma de desvalorizar o outro… Veja se você reconhece essas falas:

  • – Eu não te chamei porque achei que você não ia.
  • – Eu não te perguntei por que achei que você não se importava.
  • – Eu não te ofereci porque achei que você não queria.
  • -Eu não falei porque achei que estava claro.

Não, não são falas inocentes. Elas mostram que havia pouco valor na sua opinião e isso é desprezível! (in my opinion). Não aceite que isso é normal, não aceite que é justo você se entregar tanto e parecer que não faz mais que sua obrigação. Um bom trabalho deve ser valorizado, um bom resultado deve ser reconhecido, você merece respeito, merece cumplicidade e não é possível ser cúmplice sozinho.

Repito, não estou defendendo o feminismo, o anseio pelo poder, sucesso ou algo assim, estou apenas argumentando que não é possível aceitar tudo sem exigir o mínimo de valorização, de respeito, sem ter amor próprio. Agora, o tipo e reconhecimento que você busca vai dizer quem você é.

Precisamos aprender a valorizar o outro e como isso pode mudar uma conduta, um comportamento oua té um estado de espírito. Quando você é reconhecido, se sente alegre, se sente motivado, o contrário, te faz cansado, te faz deprimido e te leva a achar que você está só.

O mais importante é que, não precisamos superar nada nem ninguém! Devemos buscar estar alegres, buscar essa motivação naquilo que nos faz feliz!! Deus está à frente e quer que sejamos felizes, a graça Dele nos basta, mas observe, ela não é pequena. Deus não tem pouca graça pra você, pelo contrário, Ele diz que nos faz fortes!!! Ele não quer que você fique fraco, Ele diz que quando você está fraco… Ele te faz forte!! Ele te quer motivada, alegre, reconhecida!!

“… Minha graça é suficiente para você, pois o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza”. Portanto, eu me gloriarei ainda mais alegremente em minhas fraquezas, para que o poder de Cristo repouse em mim. Por isso, por amor de Cristo, regozijo-me nas fraquezas, nos insultos, nas necessidades, nas perseguições, nas angústias. Pois, quando sou fraco é que sou forte”. (2 Coríntios 12.9-10, NVI)”.

Valorização sim!!

Respeito sim!!!

Amor próprio sim!!!

Elogios sim!!!

Se você curtiu esse texto, não deixe de compartilhar e de nos seguir! 🙂 

Anúncios

Um comentário em “Porque buscar valorização e reconhecimento?

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s